terça-feira, 27 de outubro de 2009

Uma palavra

Arranjei um tempinho pra escrever..Hoje eu acordei e fiz minha devocional e senti o desejo de compartilhar. Ultimamente meus dias não tem sido fáceis, não são só os problemas em si, mas dificuldades que encontro dentro de mim que precisam ser vencidas. Me sinto cansada, cobrada de tantas coisas, mas procuro nao ficar olhando pra isso, pra não desanimar. Hoje percebi como preciso de uma cobertura, e sei que preciso de oração, e mais do que nunca, sinto saudades da minha discipuladora, é tão bom ser cuidada! Mas eu entendo que sempre vai existir um lugar onde posso chegar independente de como me sinta.. e este lugar é no Senhor. Hoje pedi á Deus uma palavra de ânimo quando levantei, pq minha vontade nao era nem de acordar e muito menos levantar.. tive uma noite péssima, a gripe me pegou e minha cabeça nao pára de doer, mas tinha tanto á fazer, que sabia que não podia ficar abatida, malhei, discipulei, trabalhei, arrumei e fiz tudo exatamente como deveria ser, isso porque me apeguei a essa palavra, que mesmo simples, completou meu dia. Depois do dia, agora sinto que a gripe me derrubou mesmo, mass amanha já é outro dia e espero receber outra palavra.


Quem há entre vós que tema a Jeová... quando
andar em trevas, e não tiver luz nenhuma, confie
no nome do Senhor, e firme-se sobre o seu Deus.
lsaías 50.10


quando li este versiculo me lembrei de uma historinha... "Em tempestades violentas", disse um velho mari­nheiro, "só há uma coisa a fazer, só há uma saída: colo­car o navio numa certa posição e mantê-lo ali".

É isso que nós, cristãos, devemos fazer. Às vezes, como Paulo, não conseguimos ver nem sol nem estrelas, e a tempestade não é pequena; então só podemos fazer uma coisa; só há uma saída. A razão não pode ajudá-lo. Experiências passadas não lhe fornecem nenhuma luz. Mesmo a oração não rende consolação alguma. Só resta um caminho: você precisa colocar sua alma numa certa posição e mantê-la ali. Você precisa permanecer no Se­nhor, e venha o que viver - ventos, ondas, mares revoltos, trovões, relâmpagos, rochas sombrias, vagalhões ensurdecedores - não importa, você precisa se amarrar ao leme e agarrar firme a sua confiança na fidelidade divina, no seu compromisso firmado na Aliança, no seu amor eterno em Cristo Jesus.


Fiquem na paz queridos

bjinhos kary


3 comentários:

Natalia Toninato de Oliveira disse...

Tremenda Palavra, Kary...
Realmente a palavra é DESCANSAR e CONFIAR que Ele nunca nos abandonou, não seria diferente agora, né?
Mas até a gente lembrar disso, já engolimos muita água do mar... rs
Ainda bem que "como aquela mãe que não desiste, Ele não se esqueceu, Ele insiste!" :)
bjOOOO
e que sua semana seja surpreendente no Senhor!
PS. Sinto falta da minha disci tb! :/

MAry disse...

KAry tava passando por aqui hj e engraçado que tenho me sentido assim como vc.. e essa palavra veio direto ao meu coração e pude perceber o cuidado de Deus na minha vida e a forma como ele te usa com palavras tao maravilhosas. Este blog realmente é um Lugar de refrigério.
bjos linda
deus continue te abençoando
amo vc

Diego disse...

POderosa palavra!! benção, vc é benção!
um grande abraço